Oficina de Mandalas e Círculos Mágicos

Com Caio Felix

 

As mandalas são ótimas ferramentas para ordenar a psique, aliviar stress, equilibrar emoções, desenvolver concentração e criatividade. Trabalhar com mandalas significa trabalhar com seu próprio centro. Ao criar, desenhar e colorir mandalas trabalhamos nosso universo interior de forma criativa e reunimos energias dispersas de nosso ser, chegando ao foco que buscamos para nossos objetivos. A partir do uso das mandalas como ferramenta terapêutica, passamos a conhecer nossos mistérios inconscientes e, após vê-los em forma de insights, podemos gradualmente utilizá-los para nosso desenvolvimento pessoal e social.

A cada oficina realizada podemos ver o poder desse processo com as mandalas: pessoas que não desenham descobrindo seus potenciais, insights para resolução de traumas psicológicos, auto-observação, sincronicidades e muito mais.

 

Dinâmicas e temas abordados nos dois dias de vivências:

* Introdução e apresentação;
* Uso como potente ferramenta terapêutica;
* Relatividade das cores e formas de acordo com o consciente e inconsciente coletivo;
* Conceitos de C.G. Jung;
* As mandalas estão em tudo;
* Psicomagia de Alejandro Jodorowsky;
* Sinergia e colaboração em grupo;
* Levitação: concentração auto-hipnose e poder da mente;
* Meditação circular; - Construção das mandalas individuais com modelo simétrico;
* Dicas para mandalas gigantes em paredes;
* Tarô de mandalas;

A experiência proposta é muito mais do que estética, é uma verdadeira viagem de auto-conhecimento realizada em grupo e individualmente. São diversas dinâmicas, profundas e divertidas, além de conversas sobre temas conscientes que nos levam a tilha para a realização do self, o centro mais íntimo do ser e de nosso dharma, nossa posição e dever no planeta.

Para participar não é necessário saber desenhar ou ter qualquer experiência prévia com artes plásticas.

Permita-se!

 

 

- - - - - - - - - -
CAIO FELIX (BHAKTIANANDA DAS),
artista multimídia, bacharel em comunicação social, designer gráfico, estudante de psicologia analítica pelo Núcleo Junguiano de Florianópolis e filosofia védica pelo Templo Vrinda Ashram, onde reside há 4 anos e atualmente é presidente. Responsável pela produção cultural do Centro Cultural Vrinda de Florianópolis, criador e diretor do Projeto EAI de Educação e Artes Integradas em 2009, que se moldou a partir do projeto de extensão em Ciências Sociais, na USP. Viaja com suas mandalas e oficinas com o objetivo de auxiliar no encontro com ser e sua identidade original.

 

Troca

R$ 143,00 à vista (depósito bancário, dinheiro ou cheque)
ou R$ 2x de R$ 83,00 no cartão via Pagseguro

 

Pré inscrição

Por favor, preencha o formulário abaixo para indicar seu interesse.

 

Observações

* Vagas limitadas;

* Traga roupa confortável, squeeze ou garrafinha de água, meias ou chinelos de andar em casa (os calçados ficam na rua) e uma manta, caso estiver frio;

* Veja aqui uma explicação de como chegar ao Tom do Sol.

 

* Todas as informações contidas sobre este evento são de responsabilidade do profissional.